Práticas Pedagógicas Sensíveis ao Género e Diversidade

Instituição: Instituto Superior Politécnico do Songo
Líder do projecto: Luisa Nyambir Manuel

Introdução

O Instituto Superior Politécnico de Songo tem como visão formar profissionais altamente qualificados e capazes de responder às necessidades do Sector de Energia. Este Politécnico está imbuído nas questões atinentes ao desenvolvimento do capital humano e social, o qual está plasmado no Programa Quinquenal 2014 – 2019, Prioridade II cujo objectivo estratégico consiste em promover a igualdade e equidade de género nas diversas esferas do desenvolvimento económico, social, político e cultural.


Durante a formação.

No âmbito do Projecto NICHE 266 – ZAMADZI, projecto de Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GIRH) na qual o ISPS faz parte e na qual existe a componente de Igualdade e Equidade de Género. O ISPS pretende, durante o Ano Lectivo 2019, dar seguimento às actividades com o grande objectivo de se criar uma Unidade de Género.

Objectivos

No âmbito de Género no contexto social, Igualdade e Equidade de Género, para o Ano Lectivo de 2019, o ISPS tem como um dos desafios, promover a criação de oportunidades de formação sobre questões de Género de modo a se incluir aspectos de género durante as aulas e mais tarde nos curriculos dos cursos ministrados no ISPS.

Os grupos formados.

A formação

Entre os dias 25 e 28 de Novembro de 2019 decorreu uma formação à alguns docentes e funcionários no módulo Práticas Pedagógicas Sensíveis ao Género e Diversidade que foi ministrada pela Dra. Gracinda Mataveia do Centro de Desenvolvimento Académico da Faculdade de Educação da Universidade Eduardo Mondlane (CDA). A formação abrangeu mais de 35 pessoas, separados em dois grupos e com formação de dois dias para cada grupo. E os conteúdos abordados foram:

  • Conceitos básicos sobre género na educação;
  • Relações de género e diversidade na sala de aulas;
  • Políticas e instrumentos de promoção da igualdade de género na educação;
  • Planificação e Orçamentação na Óptica de Género na Educação;
  • Abordagens de género nos curricula;
  • Influência de práticas pedagógicas sensíveis ao género para o alcance da Igualdade de Género na educação; e
  • Violência de Género na educação.

O ISPS escolheu a CDA para ministrar este módulo porque também esta entidade emite Certificados de Formação/Participação com créditos académicos que tem sido muito valorizada nas IES.